Aterrissagem

Só a pessoa sabe o que tem por dentro

Porque hoje amanheci sereno
como se tivesse aceitado a morte,
mas o que aceitei foi a vida,
a vida eterna.

A vida
tem muito mais poesia
quando é real.

Faço poema
quando falo com meu amor,

falo coisas
que não entendo
como:

‘Você é especial pra mim.’
‘E eu nem te conheço.’
‘Coração apertado de saudade?’

Falo sobre necessidade,
aterrissagem,
e o primeiro poema do dia,
cuja Hilda Hilst por outro acaso
estive com ela ontem,
o poema me diz:

“Não saber se se ausenta
ou se te espera.
Aflição de te amar,
se te comove.
E sendo água, amor,
querer ser terra.”

E eu te digo,
se nossa intuição não erra:

E sendo ar, amor,
querer ser terra.