Recados do poeta

Olá, meus amigos.

Aqui, vou poder deixar alguns recados pra vocês, contar sobre o que tenho feito, visto, sentido, vivido...

Um grande abraço,

19 de outubro 2009

Não é a poesia gênero literário que me interessa...

me interessa a Poesia que está no céu, nos rios, no mar, nas matas, nos pássaros, nos peixes, nas algas marinhas, nas flores, nas árvores, nos bichos, em mim e em você...

me interessa a Poesia que está no quadro, na escultura, na música, no teatro, no romance, no poema...

Só dessa Poesia eu às vezes sei, e quando sei meu coração se enche de alegria...

Pra mim, a Poesia se faz... como quando minha sobrinha de seis anos me anunciou que havia feito seu primeiro poema: quando o sol nasce, o girassol olha pra cima... quando o sol se esconde, o girassol olha pra baixo e eu imediatamente lhe respondi: que lindo!

Fazer Poesia pra mim é como Adélia faz... tão brilhantemente expresso por Drummond ao dizer que Adélia faz poesia como faz bom tempo.

É essa a Poesia que espero (às vezes, busco) e preciso... é nela que falo e, tenho esperança, seja ela que eu fale aqui...

Poesia é Beleza, é Expressão, é a Cara de Deus... e, nesse sentido, toda Poesia é uma só.

Assim seja!

15 de outubro 2009

***

A arte sobreviverá a todas as farsas e modismos.

A arte não morrerá enquanto houver uma pessoa sequer que reconheça a sua importância, o seu valor.

***

06 de outubro 2009

Há momentos em que o chão parece ruir... A gente realmente não sabe se quer que aconteça... Acha que não, jura que não! É duro demais... Mas há que se lembrar: a flor não nasce sem que a terra se rompa...

É assim porque Deus quis.